Carregando...

Notícias

Postado em 29/03/2018

Mulheres estão à frente de 43% dos negócios do país

Capixabas também se destacam no mercado de trabalho e contam suas histórias de sucesso como empreendedoras.

Mulheres estão à frente de 43% dos negócios do país

A coragem e a visão de futuro são marcas de mulheres que fizeram seu próprio destino, investindo naquilo que acreditavam. Cada vez mais na liderança de empresas, elas dão aos negócios criatividade e destacam-se pela atenção e cuidado com detalhes, característica bem feminina, que faz a diferença. Não à toa, um estudo da Serasa Experian revelou que mais de cinco milhões de brasileiras são empreendedoras.

Elas estão à frente de 43% dos negócios do país, a maior parte (98,5%) atuando como microempreendedora individual ou sócias de micro e pequenos negócios. E com força e vontade não precisa de muito para começar.

Prova disso é Mariana Plaster, que começou há nove anos com uma cadeira e um espelho dentro de uma salinha recebendo clientes para fazer um mega hair, em Jacaraípe, na Serra. Hoje, ela dá palestras e cursos sobre sua técnica fora do país e tem um salão no Centro Empresarial do Shopping Mestre Álvaro, da Sá Cavalcante, na Serra.

Ela conta que sempre teve o espírito de investidora. Ainda na escola, vendia chup-chup para ter dinheiro na Páscoa, comprar chocolate e fazer ovos que também seriam comercializados. Assim fazia render seu dinheiro.

Com persistência e planejamento, o pequeno salão em Jacaraípe foi reformado, depois de um ano de funcionamento, e por lá ela continuou por mais seis anos, ganhando fama e recebendo gente de toda a Grande Vitória. Foi então que decidiu que era hora de buscar mais conforto para sua clientela e também encontrar um espaço mais central para quem era de fora da Serra.

“Comecei a ter público de Vitória, Vila Velha e até Guarapari. Aí busquei um lugar com segurança e boa localização e, desde então, estou há dois anos no centro empresarial do shopping. Depois que mudei, o negócio tornou-se outra coisa. Aqui temos conforto, estacionamento. As pessoas vêm e trazem as famílias para passear no no shopping. Recebo até gente de outros Estados”, diz.

 

Mariana ressalta que, assim como ela, que sempre quis crescer e apostou nisso, as mulheres estão abrindo seu espaço no ramo do empreendedorismo. “Isso mudou muito nos últimos tempos, há muitas trabalhando assim, com negócio próprio. Vejo inclusive muitas clientes assim, com empresas, bem independentes.”

 

Prova disso é Mariana Plaster, que começou há nove anos com uma cadeira e um espelho dentro de uma salinha recebendo clientes para fazer um mega hair, em Jacaraípe, na Serra. Hoje, ela dá palestras e cursos sobre sua técnica fora do país e tem um salão no Centro Empresarial do Shopping Mestre Álvaro, da Sá Cavalcante, na Serra.

Ela conta que sempre teve o espírito de investidora. Ainda na escola, vendia chup-chup para ter dinheiro na Páscoa, comprar chocolate e fazer ovos que também seriam comercializados. Assim fazia render seu dinheiro.

Com persistência e planejamento, o pequeno salão em Jacaraípe foi reformado, depois de um ano de funcionamento, e por lá ela continuou por mais seis anos, ganhando fama e recebendo gente de toda a Grande Vitória. Foi então que decidiu que era hora de buscar mais conforto para sua clientela e também encontrar um espaço mais central para quem era de fora da Serra.

“Comecei a ter público de Vitória, Vila Velha e até Guarapari. Aí busquei um lugar com segurança e boa localização e, desde então, estou há dois anos no centro empresarial do shopping. Depois que mudei, o negócio tornou-se outra coisa. Aqui temos conforto, estacionamento. As pessoas vêm e trazem as famílias para passear no no shopping. Recebo até gente de outros Estados”, diz.

 

Mariana ressalta que, assim como ela, que sempre quis crescer e apostou nisso, as mulheres estão abrindo seu espaço no ramo do empreendedorismo. “Isso mudou muito nos últimos tempos, há muitas trabalhando assim, com negócio próprio. Vejo inclusive muitas clientes assim, com empresas, bem independentes.”

 

Busca do sonho

 

 
A médica ginecologista e obstetra Irisangela Teixeira (Foto: Divulgação/Sá Cavalcante)A médica ginecologista e obstetra Irisangela Teixeira (Foto: Divulgação/Sá Cavalcante)

A médica ginecologista e obstetra Irisangela Teixeira (Foto: Divulgação/Sá Cavalcante)

Às vezes, a realização do sonho está mais longe, mas isso não é impedimento para a mulher empreendedora. A médica ginecologista e obstetra Irisangela Teixeira mudou em 2004 do Rio de Janeiro para o Espírito Santo, em busca de crescimento.

Depois de uma pós-graduação em videoendoscopia, ela decidiu que era hora de montar seu próprio consultório.

“Foi um desafio vir de fora. Mas a vantagem de ter o próprio negócio é que você o molda como idealizou”, destaca ela, que atende em salas no Centro Empresarial Shopping Praia da Costa, da Sá Cavalcante, em Vila Velha.

Irisangela prosperou, mas ressalta que apesar de muitas terem conquistado espaço no empreendedorismo, as diferenças para elas e eles no mundo dos negócios, e também no mercado de trabalho, ainda são muito grandes.

“O caminho a percorrer na conquista para marcar nossa posição como mulheres empreendedoras e de alto potencial transformador é longo.”

 

Uma casa para chamar de sua

 

 
 
Varanda do apartamento de Girlene (Foto: Divulgação/Sá Cavalcante)Varanda do apartamento de Girlene (Foto: Divulgação/Sá Cavalcante)

Varanda do apartamento de Girlene (Foto: Divulgação/Sá Cavalcante)

Mas nem só de negócios vive a mulherada. Conquistar a casa própria continua sendo um grande sonho de muitas. Girlene Passon tem uma empresa de decoração de festas e diz que empreender é algo que “faz parte” dela. Mas a felicidade está mais completa hoje, depois que conseguiu comprar um apartamento onde vive com o pai e a mãe, no Praia da Costa Residencial Clube, da Sá Cavalcante. É uma unidade ampla, com três quartos e varanda.

“Estava juntando dinheiro há muito tempo, planejava isso há anos e aí apareceu uma oportunidade. É o meu primeiro imóvel. Compramos no final de agosto do ano passado e nos mudamos em setembro. Eu já morava no prédio, só que de aluguel. Tem horas que a gente olha e nem acredita”, comemora.

Agora, os planos são continuar as melhorias no apartamento, que já ganhou até fechamento de varanda, e depois investir e comprar um outro imóvel.

 

Fatal error: Call to undefined method Noticias::18() in /data/www/siteconstrutoranovo/libs/Bootstrap.php on line 182